App Livre chega agora a Mariana

App Livre chega agora a Mariana

Texto: Anna Quaresma | Foto: Pedro Gimenes

O App Livre, que está funcionando desde março, é um aplicativo de transporte de passageiros, assim como Uber, 99 Pop e Cabify. Ele é de fácil manejo e basta ter acesso a internet pelo celular para baixá-lo. O Livre promete uma nova alternativa para mobilidade urbana para Mariana. O app também funciona em outras cidades mineiras como: Viçosa, Ponte Nova e Manhuaçu.

Segundo o comerciante Pedro Carvalho, 31, que reside em Mariana e é natural de Ponte Nova, o aplicativo é uma novidade em sua cidade natal e uma boa opção de locomoção para a cidade. “Ponte Nova, estava precisando de um serviço como este! Fácil e ágil”, destacou Pedro. Ele utilizou o Livre quatro vezes e conta que tem mais elogios que críticas sobre a sua experiência.

Para testar o serviço, a equipe do LAMPIÃO foi do Centro ao Bairro Rosário, utilizando o Livre. No horário de pico, às 17h30, o tempo de espera para o pedido ser atendido foi de 30 minutos. Neste período, a resposta do aplicativo foi: “no momento, estamos sem motoristas para lhe atender”. Para o motorista chegar até o local de partida passaram-se de mais 10 minutos.

Depois de 40 minutos de espera, quando o carro chegou, um Cruze Branco, estava extremamente limpo. Era novo, com os bancos de couro acolchoados e possuía ar condicionado. O motorista foi educado e foi solícito quando a reportagem pediu para fazer um registro audiovisual da viagem.  

O Livre oferta três tipos de serviço de viagem: Livre X, a partir de R$ 7,50; Select, R$ 9,00; e Pink, R$ 7,50,  exclusivamente destinado a mulheres.

 

Livre Pink

O aplicativo tem uma opção especial chamada Livre Pink, em que a passageira pode solicitar por uma motorista ao invés de um motorista. A estratégia é trazer mais segurança para as mulheres que têm receio de usar esses meios de transporte por haver a presença masculina, muitas vezes vista como uma ameaça, principalmente após relatos de assédio em aplicativos de locomoção urbana, como Uber e 99Pop.

A moradora do Bairro Cabanas, a estudante Vitória Lopes, 19, ressalta a segurança feminina ao usar esses aplicativos, destacando a novidade que demorou a chegar a Mariana. “É uma evolução pra Mariana. Acho legal ter uma sessão de mulheres, onde apenas nós pegamos esse carro dirigido pelas motoristas. É uma segurança maior pra gente. Há casos no Uber de assédio e estupro, dá muito medo pra gente, então acho massa essa sessão feminina”.

Segundo notícia do portal The Intercept Brasil, publicada em 12 de novembro de 2018, foram registrados 74 casos de assédio e tentativas de dano à mulher em carros de Uber e 99 Pop, de janeiro de 2016 a julho de 2018, pelas secretarias de Segurança Pública dos estados de Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo.

 

Receptividade

Mariana tem relevo irregular e íngreme, com muitos morros e bairros com uma relativa distância um dos outros. A marianense e estudante do curso de Serviço Social, Allexia Cotta, 22, percorreu uma distância média de 3,5 km do Bairro Colina até o Bairro Rosário. Sobre sua experiência, ela destaca que pagou muito menos do que seria cobrado numa corrida de táxi. Ela conta que ao pedir o Livre, o motorista do aplicativo a ligou assim que chamou o carro, para confirmar o endereço de embarque

O app conta com um ranking de 4,1 estrelas no PlayStore, contendo 172 avaliações e mais de 10 mil downloads. Numa das avaliações do app Livre, um usuário que deu ao aplicativo apenas 1 estrela, por meio de comentário, critica o fato de faltar uma aba para haver um chat, uma caixa de diálogo entre o motorista e passageiro, como existe no 99 Pop e Uber.  Limitação suprida com ligações telefônicas entre o motorista e passageiro, como no caso de Allexia.

 

CONTATO

No site www.somoslivre.com ou no número (27) 99923-7136 você consegue entrar em contato  com a ouvidoria do Livre para fazer  qualquer reclamação. No site, pode se cadastrar e obter informações sobre como ser um motorista do aplicativo através de um chat, onde você ao enviar uma mensagem e ser direcionado para o perfil do WhatsApp da empresa. A equipe do LAMPIÃO tentou entrar em contato com o app mas não recebeu resposta para as perguntas enviadas.