Do Cine Teatro ao fechamento do Sesi: memórias e afetos

Texto: Karem Andrade, Yasmin Winter e Yasmine Feital | Foto: Pedro Gimenes | Vídeo: Paula Lima  

 

Maria de Lourdes e Edla Vieira conviveram por muito tempo com o Seu Fábio. Mãe e filha, as duas contam que ele trabalhou no Cine Teatro de Mariana desde 1971. As lembranças do lugar se fazem fortes e presentes, já que a rotina da família se confundia com a do cinema. Assista, nestes testemunhos, o que elas contam sobre suas memórias e as mudanças que se deram com o tempo no prédio histórico.

 

 

E agora?

Nina Albergaria, ex-funcionária do Sesi, conta sua experiência como professora de dança até o fechamento do espaço. Ela fala sobre a importância da infraestrutura do prédio enquanto uma potência de formação artística e cultural em Mariana. No vídeo abaixo, Nina conta sobre como a suspensão das atividades do Sesi pode afetar diretamente a cidade.