Castramóvel de Mariana funcionará a partir de dezembro

Castramóvel de Mariana funcionará a partir de dezembro

Repórter: Vitória Pupio

 

O  castramóvel público da cidade de Mariana foi apresentado durante o 1º Debate Público de Manejo Populacional de Cães e Gatos, no dia 22 de outubro, no Centro de Convenções. O veículo custou R$ 190 mil, foi custeado pela prefeitura e pelo governo do estado e esta equipado para fazer a castração destas duas espécies domésticas. Além dos órgãos públicos, a Organização Não Governamental Idda, Instituto de Defesa dos Direitos dos Animais Ouro Preto e Mariana, é parceira do projeto. 

A cidade tem em torno de 14 mil cães e gatos, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, e esse número pode aumentar até o começo efetivo do castramóvel, em dezembro, o que enfatiza ainda mais a ideia que o veículo apresenta para a população. Identificar onde eles estão, a situação dos animais e quantos precisam ser castrados é o ponto crucial para o mapeamento de prioridades. “Todos os dias recebemos mensagens na nossa página do Instagram, nas páginas do Facebook da ONG, no e-mail e nos nossos contatos pessoais, muita gente em busca de castração de animais hoje em dia”, disse a presidente da Idda, Luciana Salles.

Luciana ressaltou ainda a importância da ação. “O controle é reprodutivo, populacional, mas também é um controle da saúde desses animais novos. São comprovados diversos benefícios, ele vive mais tempo se bem cuidado pela família, vai minimizar o risco de desenvolver tumores de mama, útero, próstata, testículo e de ovários”. O controle da reprodução também é ligado diretamente à saúde humana. “Por exemplo, um casal de gatos pode criar 12 filhotes em um ano, e em 10 anos os dois são responsáveis por mais de 80 milhões de animais”. Todos os cães e gatos que chegam ao canil municipal já são castrados. A ampliação do procedimento visa diminuir as zoonoses, doenças transmitidas entre seres humanos e animais.

Foto: Vitória Pupio

Parte da verba para a compra do veículo veio de uma emenda parlamentar do deputado estadual Cristiano Silveira, no valor de R$ 100 mil. Os outros R$ 90 mil foram complementados pela Prefeitura de Mariana. Campanhas de conscientização em parceria com a Secretaria da Educação e a Secretaria do Meio Ambiente vão acontecer em escolas para que as crianças fiquem atentas com a saúde de seu animal de estimação, além de debates públicos frequentes.

O castramóvel, que conta com dois veterinários, vai acolher o animal durante o pré operatório e logo após a cirurgia. Os responsáveis pelos animais vão receber todas as instruções para os devidos cuidados pós operação; e se os que forem acolhidos estiverem abandonados, serão levados para um local adequado durante este processo. Os que passarem pela rede pública serão identificados com microchips, para conscientizar a população de que abandonar um animal é crime.

 As castrações têm previsão de início em dezembro, passando por bairros e distritos da cidade de Mariana. A ordem de prioridade do serviço será por critério socioeconômico. Cães e gatos abandonados ou cuidados coletivamente, também entrarão nas primeiras castrações. Por enquanto a prefeitura só conseguirá trazer à população a castração desta maneira, mas existem planos de inaugurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) destinada aos animais até fevereiro, de acordo com a Secretaria de Saúde.