A falta de delegacia especializada e o apoio às mulheres vítimas da violência

A falta de delegacia especializada e o apoio às mulheres vítimas da violência
Texto: Catharina Waichert / Foto: Andrea Donato Alemanno

A Lei Maria da Penha auxilia pessoas que se identificam com o sexo feminino ou que estejam em situação de vulnerabilidade, e não contempla apenas casos de violência física ou sexual, mas também moral e psicológica, por exemplo.

No Brasil são registrados 606 casos por dia que se enquadram na Lei Maria da Penha. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2018 o Brasil passou a ter a quinta maior taxa de feminicídio do mundo, termo aplicado para designar o assassinato de mulheres pelo simples fato de serem mulheres. 

A falta de delegacia especializada no atendimento à mulher na região de Ouro Preto abre espaço para os trabalhos de ONGs e instituições na cidade, sendo estas locais de refúgio para vítimas.

O Jornal Lampião está preparando uma reportagem sobre violência contra mulher, mostrando os pontos de apoio e instituições que auxiliam as vítimas e informando os canais de denúncia na região. Saiba como identificar as formas de violência e como procurar ajuda. Fiquem ligadxs no Lampião Digital!